Depois de um fabuloso e ventoso nascer do sol no ponto mais alto da Madeira, o Pico Ruivo, continuámos até ao Porto Moniz, no noroeste da ilha, para passarmos o dia nas suas famosas piscinas naturais.

Há duas zonas de piscinas: as velhas, de livre acesso, com um aspecto mais natural, onde nadam peixinhos de vários tamanhos entre rochas vulcânicas; e as novas, uma zona balnear criada pelo homem em torno das mesmas rochas vulcânicas, com todos os serviços e acesso directo ao mar. Aqui paga-se 1,5€ por pessoa para aceder às piscinas. Em ambas as piscinas há restaurantes, casas de banho e loja de souvenirs. 

Nós optámos pelas velhas, pareceram-me muito mais autênticas, para além de que tinham muito menos gente. A Soraia tinha equipamento de snorkel, o que nos manteve ocupados durante algum tempo! O resto do tempo passámo-lo a apanhar sol, à conversa e a tirar fotografias, que partilho convosco agora!