Lisboa, 40 graus. Depois de meses supostamente de Verão sem que ele desse ar da sua graça, São Pedro decidiu compensar em demasia… vários dias em que o único lugar possível para se sobreviver seria ou à frente de uma ventoinha ou dentro de água. Chegou o fim de semana e com isso o sinónimo de que as praias estariam entapetadas com os milhares de trabalhadores que só têm o fim de semana para disfrutar das belas praias portuguesas… Mas há sempre aquelas cujo acesso não é tão fácil e assim possivelmente não estariam tão cheias. Confirmou-se! A Praia da Ursa fica mesmo ao lado do Cabo da Roca e depois de se deixar o carro na estrada que chega ao Cabo (a não ser que se tenha um todo-o-terreno é o mais aconselhável) temos um caminho de cerca de 40min em terra batida que desce a encosta até à praia – levem bons sapatos! Ali já não faziam 40ºC pelo que a descida não foi tão pesada! A praia é tão ou mais bonita do que as fotografias permitem mostrar. A água estava maravilhosa e aparentemente, segundo testemunhas de amigos, apanhámos o mar calmo para o que é costume. Aparentemente tinha mais turistas que portugueses, o que me leva a pensar que é mais conhecida lá fora do que cá dentro, ou então apenas a concluir que os portugueses não se dão tanto ao trabalho de ir até lá. Ficámos na praia até às 19h e só regressámos porque outros compromissos o obrigavam… A subida foi o que mais custou, mas faz parte quando se procura um dia perfeito de praia num sábado de Agosto!