Quando voltei do México para Portugal fiz uma longa escala de uma semana em Nova Iorque. Quando estava a planear a viagem apercebi-me que para visitar a maior parte das mais importantes atracções teria de pagar bastante, apesar de haver muitos museus que têm horários em que podemos visitar sem pagar. Encontrei então o New York Pass, e até hoje foi a única cidade em que senti que valia a pena o investimento, não só porque inclui as maiores atracções da cidade mas porque inclui também vários Walking Tours que me pareceram bastante interessantes e como estava a viajar sozinha, sempre era um modo de estar acompanhada e aprender qualquer coisa. Os preços do New York Pass em compra online são os seguintes:

  • 1 dia 109$
  • 2 dias 170,10$
  • 3 dias 191,20$
  • 5 dias 239,20$
  • 7 dias 279,20$
  • 10 dias 319,20$

Eu optei pelo passe de 5 dias e das mais de 90 atracções que eles têm disponíveis, desde museus, walking tours, bike tours, autocarros e cruzeiros sightseeing e pontos de interesse, os que eu escolhi e a forma como os organizei nos meus dias foi a seguinte:

Dia 1:

  • Highlights of Midtown (walking tour com visitas aos edifícios mais emblemáticos de Nova Iorque como o Chrysler Building, a Grand Central Station, a Biblioteca Pública, a sede da ONU por fora, etc. – custaria 35$)
  • Museum of Modern Art – MoMA (custaria 25$, mas grátis às 6as feiras das 16h às 18h)
  • Top of the Rock (deck de observação no topo do Rockefeller Center. É possível escolher o horário de subida e depois pode-se ficar lá em cima o tempo que quisermos. Sem o NYPass custaria 37$)

Dia 2:

  • Empire State Building (gostei mais da vista do Top of the Rock, custaria 34$)
  • Walking Tour pelos bairros de Soho, Little Italy e Chinatown (interessante aprender sobre a história dos três bairros, custaria 35$)
  • Estátua da Liberdade e Ellis Island (visita às duas ilhas,  custaria 18$ – em alternativa há um ferry grátis para Staten Island de onde se pode ver de perto a Estátua da Liberdade e o skyline de Manhattan, demora meia hora para cada lado)
  • Madame Tussauds (só visitei porque estava incluído no passe, uma vez que custaria 37$)

Dia 3:

  • Cathedral of Saint John the Divine (só vale a pena com o NY Pass, normalmente custaria 10$)
  • Tour no Lincoln Center (para os amantes da música, bailado, teatro e arquitectura, custaria 18$. Na maior parte dos edifícios não é permitido fotografar)
  • Sollomon R. Guggenheim (a grande espiral de Frank Loyd Wright, custaria 25$ mas é grátis aos sábados das 17h45 às 19h45)
  • The Metropolitan Museum of Art (vale muito a pena subir ao terraço para ver o pôr do sol com um copo na mão – que foi o que eu fiz porque já estava exausta. Têm um sistema interessante de se pagar sempre apenas o que se deseja, sendo que a sugestão deles é de 25$ por adulto.)

Dia 4:

  • NYC Gospel Tour (walking tour que começa em Wall Street e acaba em Brooklyn, num concerto de duas horas de gospel no famoso Brooklyn Tabernacle. Custaria 45$)
  • Skyscraper Museum (só porque estava incluído, eu estava na zona e tinha tempo para queimar. Pequeno museu sobre a evolução do arranha céus pelo mundo, custaria 5$)
  • 9/11 Memorial & Museum (vale totalmente a pena, dos meus lugares favoritos em Nova Iorque. Museu super bem conseguido e emotivo, vão com tempo! Custaria 24$ mas às 3as feiras entre as 17h até fechar a entrada é livre)

Dia 5:

  • Circle Line Sightseeing Cruise (cruzeiro em redor de Manhattan, é incrível perceber quão verde é o topo norte de Manhattan! Custaria 41$)
  • Inside Broadway Tours (o nome engana, não entramos em nenhum teatro, mas somos acompanhados por um actor da Broadway. Achei que foi tempo perdido… Custaria 35$)
  • Rockefeller Center Tour (muito interessante em termos arquitectónicos e artísticos e a guia era excelente, custaria 17$)

Outros lugares que visitei, sem o New York Pass:

  • 2x Times Square, Bryant Park, Catedral de Saint Paul na 5ª Avenida, Edifício Seagram, 3x Central Park, o distrito financeiro incluíndo Wall Street, Igreja Trinity, Ponte de Brooklyn, Battery Park e a High Line

Sendo assim, por tudo o que fiz e visitei, teria pago 466$. Excluindo os sítios que fui só por ter o NYPass e se tivesse optado pelos horários em que a entrada é gratuita pagaria 262$. Assim sendo compensou de qualquer forma e ainda pude visitar mais coisas. Para os transportes comprei também um passe de metro de uma semana que custa 32$ e se pode comprar localmente.